cura e libertação

PACIÊNCIA E PERFEIÇÃO

2 Meus irmãos, considerem motivo de grande alegria o fato de passarem por diversas provações,
3 pois, vocês sabem que a prova da sua fé produz perseverança.
4 E a perseverança deve ter ação completa, a fim de que vocês sejam maduros e íntegros, sem lhes faltar coisa alguma.

Tiago 1:2-4



A paciência não é uma questão de prudência, nem de autocontrole. A paciência é filha da tolerância. Manifesta-se com toda naturalidade e sem o menor esforço, quando a alma se desfaz de todos os ressentimentos.

A perfeição é o alvo em cuja direção o homem caminha. Porém, perfeição é um vocábulo que pode ser usado para descrever raras vidas consagradas e mesmo assim, relativamente (parcialmente).

Muitas vezes, é a intolerância para com nossas próprias imperfeições e com as dos outros, que nos dá sentimentos de frustração e de impaciência.

A única maneira, forma de fazermos qualquer razoável progresso rumo à perfeição, é render-nos verdadeiramente e inteiramente nas mãos de Deus e quando o fazemos, Ele passa a habitar em nós, efetuando então, as mudanças necessárias. Quando compreendemos isso, fica mais fácil de aceitarmos os contratempos com confiança no coração de que se olharmos constantemente para Ele, forcarmos em Jesus, Ele vai operar em nós, para que seus planos e propósitos se realizem, transformando-nos em vasos de beleza e utilidade para a Sua honra e glória.

Devemos pedir e buscar a vontade, a graça e a força em Deus e Seu amor para que a obra d'Ele em nós se concretize.

Amém!

Pra. Andrea Campos