cura e libertação

O ÓLEO DA UNÇÃO

Sl. 23:1-6= O SENHOR é o meu pastor, nada me faltará. Deitar-me faz em verdes pastos, guia-me mansamente a águas tranquilas. Refrigera a minha alma; guia-me pelas veredas da justiça, por amor do seu nome. Ainda que eu andasse pelo vale da sombra da morte, não temeria mal algum, porque tu estás comigo; a tua vara e o teu cajado me consolam. Preparas uma mesa perante mim na presença dos meus inimigos, unges a minha cabeça com óleo, o meu cálice transborda. Certamente que a bondade e a misericórdia me seguirão todos os dias da minha vida; e habitarei na casa do Senhor por longos dias.

O Ataque: Insetos apenas aborrecem as pessoas, mas podem matar as ovelhas. No antigo Israel, os pastores usavam o óleo para três propósitos: repelir insetos, evitar conflitos, e curar machucados. Principalmente no verão, grandes nuvens de moscas, mosquitos e outros insetos atacam os rebanhos do pastor. As moscas ficam voando ao redor do rebanho tentando depositar seus ovos na mucosa nasal das ovelhas para chocá-los e depois de alguns dias surgem larvas que penetram na cavidade nasal e se deslocam para o interior da cabeça da ovelha, fazendo com que entrem em crise e na ânsia de livrar-se desta situação, elas deliberadamente batem a cabeça contra árvores, moirões, arbustos, ou esfregam a cabeça no chão procurando coçar-se. A infecção pode chegar num estado tão avançado, capaz de causar cegueira. Além disso, as moscas quando começam a voar sobre o rebanho causam medo, pânico e agitação, pois abanam a cabeça para cima e para baixo durante horas e horas, fazendo com que briguem entre si, batam as patas freneticamente correndo de um lado para outro, até chegarem à exaustão. Isso causa perturbação no meio do rebanho, pois as ovelhas perdem as boas condições físicas e emagrecem. O leite das fêmeas seca, e as crias param de crescer e desenvolver-se.

O Cuidado: Então, para proteger as ovelhas, o pastor pegava uma mistura de azeite e ungia a cabeça da ovelha, esfregando o óleo em sua lã e especialmente em torno de seu nariz, olhos e ouvidos, ungindo toda a cabeça das ovelhas com óleo. E assim, dessa maneira, a ovelha conseguia ter paz. O óleo na cabeça das ovelhas é um repelente natural, e as protege de seus mais terríveis inimigos. Ungir a cabeça da ovelha com óleo era algo que expressava cuidado e atenção do pastor para com as ovelhas, para que não houvesse nenhum dano ou perda, e isso acontece até os dias de hoje.

O Significado: O fato do pastor ungir a cabeça da ovelha para afastar os mosquitos e outros insetos para que eles não atormentem as ovelhas, entrando nas narinas e ouvidos, causando-lhes infecção no cérebro e levando-as à morte, tem um ensino espiritual para nós: O óleo é um símbolo do Espirito Santo, que nos guia, guarda a nossa mente e a nossa alma de coisas que nos atormentam. O óleo da unção também significa alegria e união, cfe. Is 61.1-3 e Sl. 133:1,2.
Ao comparar-nos às ovelhas, podemos imaginar o diabo e os demônios como as moscas que querem "infectar-nos" com as coisas deste mundo, nossa mente se torna um campo de batalha, onde a carne e o espírito brigam constantemente, tentamos resolver os conflitos, do nosso jeito, sem permitirmos que o bom pastor venha colocar óleo sobre a nossa cabeça, fazendo com que nos separemos de Deus, pela falta de consagração e consequentemente a abertura de portas para o pecado, sofrendo mais tarde as consequências, fazendo com que batamos nossa "cabeça contra a pedras" quebrando a proteção da nossa comunhão com Deus, nos levando à morte espiritual. Ter a cabeça ungida com óleo nos remete para a unção diária do Espírito Santo em nossa vida. Ser cheio do Espírito Santo é o que possibilita termos os frutos do Espírito Santo, cfe. Gl. 5:22 e 23.

Ao escrever o Salmo 23, Davi estava falando de si mesmo, dizendo que o Senhor é o seu pastor e que cuidava dele em todas as suas necessidades: dá o refrigério, o alimento, mata a sede, cuida, consola, diante dos inimigos unge a cabeça com o óleo da unção, para proteção. Precisamos crer, a exemplo de Davi, que "O Senhor é o nosso pastor e nada nos faltará." Jesus comprova isso, em Jo. 10:11,14 quando nos afirma que Ele é o bom pastor e que o bom pastor da a vida pelas ovelhas e que nos conhece, como é conhecido de nós, e portanto, quando as moscas começam a voar sobre nós, o bom pastor entra em ação, ungindo a nossa cabeça constantemente, porque como está escrito em At. 20:28 a igreja foi comprada pelo sangue de Cristo, quando Ele morreu na cruz em nosso lugar, por nossos pecados. E de acordo com Ec 9:8, somos orientados a mantermos nossas vestes limpas e que NUNCA falte o óleo sobre as nossas cabeças. Isso significa que devemos sempre estar em comunhão com Deus, porque Ele é fiel à sua Palavra (a Bíblia), que é um manual espiritual, para que tenhamos uma vida plena. Devemos buscar seu Santo Espírito todos os dias, a fim de sermos guiados por Ele em todos os nossos caminhos, para que nossos pensamentos, palavra e atitudes sejam conduzidos por Ele, para que sejamos aprovados na obra de Deus, portanto, para que sejamos bem sucedidos tanto ministerialmente quanto pessoalmente, é necessário à unção do Espirito Santo, e a meditação na Palavra de Deus, que é luz para as nossas vidas, cfe. Sl. 119:105.

O óleo da unção, quando derramado sobre nossas cabeças, forma uma barreira de proteção contra o mal que tenta nos destruir, por isso, se você tem sido atormentado mentalmente, tem tido pensamentos perturbadores repetidamente e, portanto, batido a cabeça na parede tentando impedi-los, busque a unção de Deus, o óleo que protege e possibilita que fixemos nosso coração, mente e olhos nEle ... hoje e sempre! Procuremos manter as "moscas" distantes, para que possamos ser espiritualmente saudáveis, permanecendo fortes na fé e acima de tudo no Espírito.

Que o nosso Bom Pastor derrame sobre a nossa cabeça o óleo da unção, fazendo com que nosso cálice transborde de bênçãos e vitórias, mesmo em meio à crise e o caos que vemos no mundo. Deus é bom e fiel para fazer infinitamente mais do que pedimos ou pensamos, para que assim, possamos fazer a Sua boa, perfeita e agradável vontade. Amém!

Deus abençoe a todos!